terça-feira, 27 de novembro de 2018

Comitê Mundial da Quadrangular pede renúncia do presidente Mário de Oliveira



O presidente nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular, reverendo Mário de Oliveira, pode deixar a liderança da igreja no país devido às graves polêmicas doutrinárias que tem se envolvido e, por último, sua declaração contrária à submissão da IEQ ao Comitê Mundial da Igreja Quadrangular.


“O presidente Mário de Oliveira simplesmente chamou para briga a igreja americana e os conselheiros globais. Trazendo uma série de humilhações“, denunciou o pastor Rinaldi Digílio, um dos líderes da Igreja do Evangelho Quadrangular do Brasil.

Sem liderança

No dia 17 de novembro, o pastor Adriano Andrade divulgou um vídeo afirmando que a IEQ está sem liderança no Brasil.

Com uma carta do Comitê Global da Igreja do Evangelho Quadrangular, Andrade leu a parte onde os conselheiros pedem a renúncia do presidente Mário de Oliveira.

“O Conselho Global concluiu que não podemos mais apoiar como atual presidente da igreja brasileira e pedimos portanto que o senhor Mário de Oliveira renuncie imediatamente a liderança”.


Motivos

Na carta, o Conselho aponta os motivos que levaram a não mais apoiarem o atual presidente.

Entre eles citam o “descrédito trazido pelo mau testemunho” de Mário de Oliveira a IEQ no Brasil e no mundo. Também a “falta de disposição para responder as comunicações” feitas pelo Conselho desde o ano de 2015.


Consta também na carta a acusação de Mário de Oliveira ‘abandonar a doutrina quadrangular conforme observado nas declarações heréticas feitas na convenção mais recente“ (durante a A 67ª Convenção Nacional de Pastores da Igreja do Evangelho Quadrangular, realizada entre os dias 26 a 29 de junho de 2018 no Centro de Eventos Itajai, em Itajaí-SC), diz o conteúdo da carta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...