sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Caso de suicídio de cantora pentecostal choca fiéis



O caso de suicídio de uma cantora pentecostal, chamada Aruza Sallys, encontrada morta em sua casa, chocou os evangélicos da Bahia recentemente. Ela foi achada em um dos cômodos da residência, enforcada com uma corda.

A principal suspeita é que Aruza Sallys, que vivia na cidade de Ubatã (BA), tenha cometido suicídio. Seu corpo foi encontrado por um irmão, de acordo com informações repassadas pela Polícia Militar.



O portal local Ubatã Notícias informou que o pai da cantora havia ido visitar a filha, mas como ninguém atendeu, desistiu da visita, mas continuou tentando contato através de mensagens via WhatsApp.

Aruza Sallys, que deixa marido e dois filhos, era conhecida na região, e as pessoas próximas relataram que ela andava abatida, queixando-se “não suportar mais as adversidades”. No dia em que seu corpo foi encontrado, quinta-feira, 25 de outubro, a cantora havia feito uma publicação em suas redes sociais lamentando a morte de um vizinho chamado Marcos Andrade, apelidado de “Bileu”, que morreu vítima de um acidente de trabalho.

A Polícia Militar, que foi acionada quando o corpo da cantora foi achado, registrou a ocorrência, e acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus para periciar a casa e juntar provas para a investigação.

Compromisso

Um pastor de uma das igrejas onde Aruza Sallys costumava cantar relatou à imprensa local, sob condição de sigilo, que a jovem intérprete era muito envolvida com as atividades da congregação onde era membro, e também atendia a muitos convites nas cidades vizinhas.

“Uma menina doce, serena, varoa, serva de Deus. Uma grande perda”, resumiu o pastor. Desde a notícia de sua morte, um vídeo de uma ministração gravado numa vigília de umaigreja local vem circulando nas redes sociais. Assista:
Assine o Canal


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...