sexta-feira, 6 de julho de 2018

Capitão Capitão Gondin pré-candidato a deputado estadual avalia cenário político do RN

            Podemos afirmar que o cenário político atual do Estado do Rio Grande do Norte não foge à regra, em relação aos demais Estados da Federação como a: crise política, moral, ética, institucional, fiscal e financeira que causam profundo desgosto ao Cidadão Potiguar.
            A situação caótica que vem passando atualmente o Estado do Rio Grande, já vem se delineando há muito anos, em função do total descaso de diversos políticos profissionais que foram eleitos para representar e prover o bem estar social e econômico da população do Rio Grande do Norte.
            Principalmente aqueles políticos oligárquicos de esquerda tradicionais que se preocuparam, tão somente, com os seus interesses pessoais e de sua casta. Estes são diretamente responsáveis por esta crise que passa o nosso querido Estado do Rio Grande do Norte, pois tiveram a oportunidade e o poder de proporcionar um desenvolvimento econômico e social para o nosso sofrido RN.
            A oligarquia entre as famílias ‘Alves', 'Maias' ‘Farias’ e Cia é um contexto histórico, que há anos vem dominando o poder político do Rio Grande do Norte, demostrando que essa tratou o RN com total descaso, ineficiência e incompetência de gestão.Inclusive, envolvida em diversos inquéritos, denúncias e condenações de integrantes deste clã, no decorrer da vida pública destas famílias que se revezam na política potiguar.
            É preciso extirpar do cenário político pelo poder do voto, nas próximas eleições, esta hegemonia da vida pública potiguar, dando assim a oportunidade para que povo Norte Rio-Grandense possa escolher novos candidatos aos cargos eletivos de direita conservadora,preocupados com o bem-estar da coletividade de um povo que tá cansado de sofrer com tanta miséria.
            2 - O Estado do Rio Grande do Norte é o terceiro mais violento do Brasil. Você como militar, quais são os meios para poder para acabar com tanta violência no Estado do RN?
            Há 12 anos, o Rio Grande do Norte tinha a terceira menor taxa de homicídios do Brasil. Entretanto, atualmente o panorama da violência alterou radicalmente. Nosso querido RN se tornou o terceiro Estado mais violento na Federação. A estatística de homicídio quase triplicou para cada 100 mil habitantes, sendo uma das maiores taxas do Brasil.
                 De acordo com o Observatório da Violência Letal Intencional - OBVIO, instituto que registra e contabiliza os crimes contra a vida no Estado – nunca se matou tanto em toda a história do RN.O Rio Grande do Norte registrou 2.405 homicídios no ano passado e de acordo com o Sindicato de Polícia do Rio Grande Norte, em 2018, o número de homicídios até o dia de hoje (06) já chegam a 1056. E segundo informações da Secretaria de Segurança do RN, 95% destes homicídios são causados pela guerra de facções pelo controle do tráfico do Rio Grande do Norte.
                Honestamente, na minha humilde opinião, estes tipos de homicídios não me deixam tão receoso, pois pessoas que se enveredam para esta de conduta do mal têm a consciência dos riscos de vida que correm por escolherem esta atividade criminosa.  Por esta razão, jamais podem ser tratados como “vítimas da sociedade”!
                Contudo, o que me deixa realmente alarmado e revoltado é o altíssimo ÍNDICE DE LATROCÍNIO, ou seja, roubo seguido de morte que está ocorrendo no nosso Estado! Em 2017 o número de pessoas mortas por latrocínio foi de 83 inocentes! Até junho deste ano de 2018 já foram mortas por latrocínio, 41 vítimas inocentes.
                Atualmente o bandido é o fator surpresa, pois ele tem a convicção que a sua vítima não estará armada para se defender. Além do mais,esse marginal recebe do Estado e de grupos de direitos humanos todo o apoio psicológico e jurídico. E que, em alguns casos,os familiares deste monstro ainda recebem o legal, mas o IMORAL auxílio-reclusão!
                Esta sim é a minha verdadeira indignação, pois bandidos canalhas estão cometendo este tipo de barbárie, merece bem o amparo do Estado, todavia o os policiais civis e militares, além do cidadão de bem não têm a mesma proteção legal e os meios materiais para reagirem a tal ameaçam.
                Outro fato agravante é que o Estado do RN está falido, sem recursos financeiros e o cidadão de bem está praticamente abandonado, porque as Polícias Civis e Militares, que têm o dever legal de protegê-lo, não têm nem os meios materiais e nem aretaguarda jurídica para agir, e além do mais existe o tratamento diferenciado dado pelos defensores dos direitos humanos e autoridades públicas. A forma protetiva para os bandidos e de forma coercitiva para policiais.
            Em função destes argumentos precisamos defender os agentes públicos de segurança, eliminar o Estatuto do Desarmamento e alterar o dispositivo no Código Penal Brasileiro no que se refere à legítima defesa e excludente de ilicitude para permitirem que o policial e o cidadão comum possam utilizar a sua arma de fogo, amparado na Lei,podendo exercer o direito de defendera sociedade, a si, a sua família e o seu patrimônio, de forma que não sejam mais são reféns da criminalidade. Desta maneira, se tiver de chorar a mãe do cidadão de bem, que chore a mãe do assaltante, primeiro!
            3 - Como tem sido a sua trajetória como Pré-Candidato a Deputado Estadual pelo Rio Grande do Norte? O que você tem realizado, por onde você andado?
            Eu gostaria, antes, de falar sobre o meu curriculum. Sou Oficial de Infantaria da Força Aérea. Atualmente eu me encontro na Reserva Remunerada da Aeronáutica. Nascido em 05 de março de 1964, sou residente na Cidade do Natal há mais de 03 anos. Cursei o Centro de Formação de Oficiais Especialista da Aeronáutica - CIAAR - MG, em 2006, no Posto de Oficial de Infantaria da Aeronáutica. Sou formado em Bacharel em Ciências Contábeis e Pós-Graduando em Auditoria e Perícia pela UNI-RN e Finanças e Controladoria pela Universidade Estácio de Sá.
            Sou amigo e apoiador do Capitão Bolsonaro. A minha missão é promover, defender os resgatar os mesmos ideais defendidos pelo do Capitão Bolsonaro, no Rio Grande do Norte, que foram esquecidos e enterrados pela Esquerda Marxista há mais de 33 anos como a: Pátria,Honra, Moral, Honestidade, Bons Costumes, Religião e a Família.
            Já viajei por mais de vinte cidades do Rio Grande Norte com o propósito de divulgar estes ideais, com inaugurações de outdoor, carreatas e palestras aberta ao público, combatendo uma ideologia cancerígena que quer implantar a todo custo o socialismo no Brasil. Fui muito bem recepcionado e com grande carinho pela população conservadora que não aceitam mais esta situação tão revoltante que passa o nosso País.
            4 - Como você avalia a Pré-Candidatura do Capitão Bolsonaro à Presidência da República?
            O Capitão Bolsonaro é uma figura emblemática. Ele tem muitos fãs espalhados pelo Brasil, sejam jovens ou idosos.O Capitão é odiado pela esquerda marxista, contudo representa, para seus admiradores, a solução derradeira para os problemas no Brasil como: violência; tráfico de drogas; atos infracionais; corrupção e outros temas. Politicamente incorreto, faz uso da imunidade parlamentar para dizer o que pensa.
            5 - Por que o deputado virou ídolo e possível presidente da República?
a) Porque ele é um homem honrado e honesto, que seria um atributo obrigatório para qualquer cidadão;
b) Porque a violência urbana está, com certeza, insuportável. Assaltos, latrocínios, ataques de marginais aos policiais, aos prédios públicos. Não há limites para as ações dos bandidos;
c) Porque é único parlamentar conservador que guerreia ha mais de 27 anos contra a ideologia socialista de partidos esquerdopatas para resgatar valores de outrora, enterrados como a: Pátria, Honra, Moral, Ética, Religião, Bons Costumes, e, principalmente o Elo mais frágil de uma sociedade - a Família; e
d) Porque, ao contrário dos Totalitarismos das Esquerdas, Bolsonaro defende o direito a verdadeira liberdade de expressão. A verdadeira liberdade de expressão é manifestar-se em cultos religiosos, mídia, teatro, humor, e todas as atividades criativas, tudo que seja possível expressar. Hoje infelizmente no Brasil se vive uma ditadura esquerdista disfarçada;
            O Brasil se cansou desse esquema destrutivo de poder e controle social, da mídia e da vida privada que os comunistas do PT, do PSDB, PSOL, PCdoB, PSB, e de praticamente todos os partidos políticos dominados, ou influenciados pela esquerda.
.           O Capitão Bolsonaro vai resgatá-los valores morais, o respeito e defesa à família tradicional que é base da nossa sociedade, devolvendo-o são cidadão de bem de nosso País.Como um governante conservador, não vai interferir na vida privada dos seus cidadãos. Pois é direito de todos nós brasileiros levarmos uma vida social e economicamente digna, sem intervenção do Estado.


Mais informações conheça pelas páginas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...