quarta-feira, 20 de junho de 2018

Sóstenes desmascara Ciro Gomes: “Um caloteiro e prostituto de partido querendo ser presidente do Brasil”



O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) usou a tribuna da Câmara Federal para criticar o pré-candidato a Presidência da República Ciro Gomes (PDT) dizendo que ele não tem condições de ser presidente do Brasil.


Isso porque o ex-ministro de Lula chamou o vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), de “capitãozinho do mato”, uma crítica ao jovem que é negro, mas é contra as cotas raciais. Os capitães do mato eram negros escravos que trabalhavam para capturar escravos fugitivos das fazendas.

Na visão de Sóstenes, Ciro Gomes foi racista ao falar sobre o vereador e trouxe uma informação de que em 2002, o pré-candidato do PDT foi racista com um estudante da UnB. “Já não é o primeiro episódio de ataque às pessoas pela cor da pele. Em 2002 já aconteceu na UnB um ataque a um estudante. Ou seja, ele é reincidente”, declarou.

“É público e notório que esse pretenso candidato à Presidência, além de ser racista e homofóbico, tem como prática chamar as pessoas de termos pejorativos”, completou.



Listando todos os partidos políticos que o ex-ministro de Lula já passou, Sóstenes declarou que Ciro é “uma prostituta de partido”, indo desde o ARENA, até chegar ao PDT. “Ele é um prostituto de partido, é isso que ele é”.

Sóstenes ainda encontrou uma certidão de dívida pública ativa em nome de Ciro Gomes e fez questão de chamá-lo 12 vezes de caloteiro, número do partido do pré-candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...