segunda-feira, 2 de abril de 2018

“Os que estão no poder há décadas criam mecanismos para inibir que propostas novas prosperem”, diz Clorisa Linhares


Em um partido pequeno e excluída das pesquisas, a vereadora de Grossos Clorisa Linhares (PSDC) rema contra a maré da política apostando no sentimento de rejeição aos políticos tradicionais que impera no eleitorado potiguar. Se a maré se reverter a seu favor ela pode surfar rumo a um resultado que nenhum analista político do Estado acredita. Mas Clorisa sonha alto.

Blog do Barreto: A senhora está em um partido pequeno. Como ter um bom resultado sem apoios importantes?
Clorisa Linhares: O sistema eleitoral nos impõe barreiras. Os que estão no poder há décadas criam mecanismos para inibir que propostas novas prosperem. Contudo, estamos firmes. O PSDC é um partido pequeno pretendo oferecer uma alternativa para o Estado. Se apoios importantes são os que estão no poder, os que possuem estruturas partidárias e financeiras, oligarquias, não queremos ter. Buscamos apoios que representem o combate a esse sistema. O eleitor é o principal deles. Estamos diariamente no contato com as pessoas, ouvindo, sugerindo, mostrando nossas ideias. É com o povo que conto.

Blog do Barreto: Seu nome vem sendo capciosamente excluído das pesquisas. Como a senhora se sente?
Clorisa Linhares: Sinto que estou incomodando. Se eles, donos da estrutura partidária e financeira, nos excluem das pesquisas, há um sinal de que a nossa pré-candidatura tem apelo popular. Vejam as últimas pesquisas: o entrevistado nos cita espontaneamente, temos a menor rejeição entre todos, mas não nos coloca na questão estimulada. Ou se incluem, não divulgam. Tudo isso se faz para desestabilizar novas candidaturas, criar cenários fictícios, e assim fazer com que somente eles possam disputar o voto majoritário da população. Sou uma mulher de desafios, vencedora, que diariamente tenho desafios e enfrento todos com ânimo de vencê-los. Sempre foi assim. Sempre será.
Blog do Barreto: Vereadora de cidade pequena e sem mídia, a senhora cogita atrair os eleitores via voto de protesto?
Clorisa Linhares: O eleitor está indignado com os políticos atuais. Os escândalos de corrupção, os desgovernos como esse de Robinson Faria, tem feito a população refletir. Isso é bom. Temos uma proposta: fazer um Rio Grande do Norte diferente e assim esperamos conquistar o eleitor. Há uma pauta a ser discutida na campanha que inclui a reforma do estado, a segurança pública, o sistema de abastecimento de água, a retomada do desenvolvimento econômico com empregos e o melhor funcionamento da saúde. Há um grupo de profissionais elaborando um plano e nós estamos ouvindo a população sobre essas questões.
Blog do Barreto: A senhora conseguiu avançar em alguma parceria política para as eleições de outubro?
Clorisa Linhares: Os partidos tradicionais estão discutindo entre eles como continuarem no poder. Assim eles vão promover acordões para que eles se salvem, governador, senadores, deputados federais e estaduais. Tem sido assim. Com eles, não conversamos. Com o s partidos que estão interessados em mudar tudo isso temos realizado bons diálogos. Há uma articulação que envolve o Solidariedade, o PSC e o PV. Conversamos também com representantes do chamado G8, e mais recentemente com o Partido Novo e a Rede. Até 7 de abril os entendimentos ficarão mais centrados em filiações, e posteriormente, penso que haverá avanços na formalização de alianças.

Blog do Barreto: Há quem desconfie que a senhora está mesmo de olho nas eleições de 2020 para a Prefeitura de Grossos. Faz sentido essa especulação?
Clorisa Linhares: Em primeiro lugar a nossa pré-candidatura foi lançada pelo PSDC. Outra coisa diz respeito ao desempenho com que tenho desempenhado a missão. Andei o estado inteiro nos últimos meses. E isso, como segundo argumentação, demonstra que esse esforço diz respeito a um projeto estadual, pois fosse essa intenção bastaria que eu centrasse minhas ações no município. Não seria mais lógico? Haveria mais tempo, mais disponibilidade, logística mais simples.

Blog do Barreto: Essa é uma eleição que pode aposentar políticos tradicionais. Não lhe angustia não conseguir aglutinar forças para isso?
Clorisa Linhares: As pessoas querem mudar e isso me anima. Sei que há um controle partidário, financeiro, midiático, do próprio sistema eleitoral, nas mãos das oligarquias Maia, Rosado, Alves e associados. Eles não vão largar fácil essa vida de privilégios de 50 anos. Eles já passaram mandatos para os filhos, e já pensam nos netos. Sei de tudo isso. Mas, essa vontade popular precisa ser expressada nas urnas, e isso só acontecerá se houver alternativas eleitorais. Não há angústia quando sabemos a que porto queremos chegar. Sacrifícios e barreiras são muitas, maior entretanto é a nossa vontade, a fé e a força que vem de Deus e do povo para cumprir essa missão.
Blog do Barreto: Em Mossoró, a senhora já tem um grupo de apoio?
Clorisa Linhares: Temos contatos com o apoio de muitos apoiadores, a partir do meu partido, com o combatente professor Josué Moreira, o presidente José Marley, e filiados. Fizemos reuniões com presenças de pequenos e médios empresários, profissionais liberais, ex-vereador, vereador, líderes evangélicos e católicos, muitos amigos. Na campanha, certamente teremos uma boa base de apoio com candidaturas proporcionais.
Blog do Barreto: O tempo de TV e rádio será seu maior inimigo na campanha?
Clorisa Linhares: Certamente. Temos pouco tempo, daí a articulação para a formação de um bloco majoritário que nos dê maior tempo de expor nossas ideias na propaganda eleitoral. Contudo, estamos preparadas para fazer um programa objetivo, sem falácias ou promessas impossíveis de realizar, e com conteúdo que possa levar ao eleitor a possibilidade de reflexão sobre o RN que queremos, diferente desse que o governador e os políticos tradicionais comandam há décadas e que tem nos levado a uma quebradeira geral.
Blog do Barreto: Em que bases a senhora acredita que pode se apresentar como novidade este ano?
Clorisa Linhares: Simples: analisem os currículos dos candidatos. Vou me apresentar como candidata formada em Direito e Ciências Contábeis, professora, empreendedora, seis pós-graduações inclusive uma delas em segurança pública; ex-agente penitenciária; funcionário do Tribunal de Justiça. Como vereadora temos honrado a representação popular e mantido um projeto social que atende a 600 crianças e adultos em Grossos, com recursos integrais do salário de vereadora. Vou pedir que pesquisem sobre minha vida. Não há processo, intimação, denúncia, nada que me desabone. Não sei se os outros pré-candidatos ou possíveis pré-candidatos podem dizer isso. Vida limpa. Mãos limpas. Essa é a minha base. Uma grande novidade entre os que há 50 anos estão ai, muitos deles presos, ou aguardando prisão, querendo mandato para ter foro privilegiado. Sou mãe de criança especial que superou a excepcionalidade do filho.
Blog do Barreto: O seu partido já dispõe de nominatas para as eleições proporcionais? 
Clorisa Linhares: O PSDC além das pré-candidaturas a governo e a senado, que é a de Joanilson de Paula Rêgo, tem se articulado nesse sentido, e é uma das prioridades eleitorais desse ano, observando as barreiras eleitorais impostas para esta eleição. Temos bons nomes como o do vereador caicoense Odair Diniz, nosso atual presidente, e a do professor Josué Moreira, pré-candidatos a federal, e uma nominata de cerca de duas dezenas de nomes para estadual, como o do jornalista Jaécio Carlos e do líder comunitário Paulo Renato, ambos na Grande Natal. Estamos conversando com outros partidos para a formação de uma chapa proporcional forte, que possa eleger pelo menos um federal e quatro deputados estaduais, e entre eles estão o Solidariedade, o PSC, o PV e as agremiações do G8.
Fonte: Blog do Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...