sábado, 21 de abril de 2018

Ciro compara igrejas a narcotráfico em risco para fraudar Eleições 2018



O presidenciável Ciro Gomes (PDT) comparou, em participação no 1º Fórum Espanha-Brasil, em Barcelona, igrejas e o narcotráfico como potenciais financiadores de fraudes nas Eleições 2018, que serão, nas palavras do pedetista, talvez as “mais fraudadas da história do País”.


“Nós optamos agora pelo financiamento individual de campanhas. Ok, vamos experimentar. Mas eu desconfio que serão as eleições mais fraudadas da história do país e vai ser muito facilitado por quem circula com grandes quantidades de dinheiro em espécie. Por exemplo, igrejas e narcotráfico, que estão praticamente se explicitando sobre a mesa, ou sob a mesa”, afirmou o presidenciável.


Para Ciro, lideranças evangélicas, assim como bandidos que compõem as facções criminosas que espalham violência pelo País, poderiam utiliar o dinheiro vivo e não declarado arrecadado dos fiéis para financiar campanhas de forma ilegal, caracterizando o caixa 2. A mesma prática, pelo entendimento de Ciro, que ocorreria com o dinheiro arrecadado através do tráfico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...