sexta-feira, 2 de março de 2018

Jornal faz matéria sobre o crescimento dos evangélicos



O Valor Econômico fez uma matéria intitulada Um Brasil de maioria evangélica. A reportagem mostra a transição religiosa pela qual vem passando a América Latina. De acordo com o Censo de 2010, no Brasil, os católicos vinham perdendo 1% dos seus fiéis anualmente e os evangélicos ganhando 0,7%. Atualmente a perda dos católicos é maior (mais de 1% ao ano), e o crescimento de evangélicos vem crescendo.

– Possivelmente em cerca de 10 e 15 anos o Brasil não terá mais maioria católica – disse o demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE.

Para o cardeal dom Sérgio da Rocha, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Brasília, o maior problema são os que se dizem católicos, mas não vivem como tal.

– Menos de 10% dos batizados na Igreja Católica Apostólica Romana frequentam as missas dominicais, o que significa um mínimo de pertença – afirmou o padre Valeriano dos Santos Costa, diretor da Faculdade de Teologia da PUC-SP.
Padre Valeriano dos Santos Costa Foto: Divulgação

A crescente evangélica avança principalmente na proximidade das zonas metropolitanas das grandes cidades. Na periferia de São Paulo, por exemplo, a relação de evangélicos e católicos era de 52 para 100, enquanto no centro da cidade cai para 38 por 100. Seropédica (a 75km do Rio) é um dos 34 municípios do Rio de Janeiro onde os evangélicos já são maioria desde 2010.

Uma pesquisa do Instituto Pew, centro de estudos apartidário, laico e apolítico sediado em Washington, nos EUA, mostra que hoje, um em cada cinco brasileiros é ex-católico. A mesma pesquisa, feita no ano de 2015, em 18 países, procurou saber as razões da troca de religião na América Latina. A busca por uma maior conexão com Deus foi a razão apontada por 81% dos entrevistados.

Pleno News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...