segunda-feira, 26 de março de 2018

A raiz da idolatria não está nas imagens, mas sim no “culto a si mesmo”, diz pastor


A origem da idolatria é relatada no livro de Gênesis e tem sua raiz na desobediência após a queda do homem, de acordo com o pastor Leandro Vieira, cofundador da Base Missionária Casa de Oração em Curitiba, no Paraná.

“Se nós observarmos Gênesis, descobriremos que no Éden o homem não trocou Deus pela serpente, o homem trocou Deus pelo seu ventre”, disse ele em entrevista ao canal JesusCopy.

O pastor observa que a idolatria pode ser definida como um “culto a si mesmo”. “Não está apenas atrelada a acender velas para uma imagem ou não. A raiz da idolatria é quando trocamos Deus pelo nosso próprio ventre, pelos nossos apetites carnais”, explica. “A idolatria destrona Deus e entroniza o homem”.

A Bíblia mostra em diversos momentos as expressões “deuses” e “ídolos”. Enquanto os deuses eram as entidades nacionais, na qual as nações atribuíam os seus triunfos, os ídolos eram as imagens que representavam os deuses.

“Quando nós lemos ‘deuses’ nas Escrituras, precisamos pensar do ponto de vista judaico, pois as Escrituras não reconhecem outros deuses”, afirma Leandro, acrescentando que embora os falsos deuses sejam utilizados por espíritos malignos, eles são fruto da imaginação do homem.

“Por que os deuses foram criados? Pela mesma razão que nós encontramos no Éden. Por uma necessidade humana de controlar sua própria vida e seu destino”, ele ainda destaca.

O pastor também define “ídolo” como um deus que o homem pode controlar. “A imagem representa um deus que eu posso controlar e guiar a cumprir os meus desejos”, esclarece. “Essa é a razão da ira de Deus contra a idolatria, quando o homem tenta ser o governador do seu próprio destino. Aí surge a pergunta: nós também não somos idólatras?”

Na sociedade moderna, a idolatria está por trás do que é chamado de hedonismo — uma corrente filosófica que centraliza a vida no prazer pessoal. O pastor também lembra que idolatria é dar culto a um ídolo para receber coisas em troca.

“Muito do que chamamos de culto, Deus chama de idolatria. Quando nós vamos até o Senhor cultuá-lo para receber benefício em troca, as Escrituras chamam isso de idolatria”, alerta.

Confira a entrevista completa:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...