sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Billy Graham: 10 curiosidades sobre o “Pastor das Américas”

  
O pastor Billy Graham faleceu nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, às 8h da manhã (horário local), em sua casa, em Montreat, Carolina do Norte (EUA). O renomado pregador estava com 99 anos e sua saúde já era debilitada, conforme seus próprios filhos já haviam informado.
O conselheiro espiritual de vários presidentes, incluindo Lyndon Johnson, George W. Bush e Bill Clinton, Graham levou mais de 3 milhões de pessoas para Cristo.
Ao longo de seu ministério, Graham sempre falou da esperança do Céu: “A coisa mais emocionante do céu é que Jesus Cristo estará lá”, disse ele. “Eu o verei face a face. Jesus Cristo nos encontrará no final da jornada da vida”.
A pregação do evangelista de renome mundial foi ouvida em 185 dos 195 países do mundo e ele escreveu 32 livros, de acordo com a Associação Evangélica Billy Graham.
Confira abaixo uma lista de 10 fatos que você talvez não conheça sobre o evangelista Billy Graham:
1 – Billy Graham foi amigo de Martin Luther King Jr. e defendeu a desagregação
Billy Graham e Martin Luther King Jr. eram amigos íntimos que assumiram sinceramente uma posição para acabar com a segregação nos Estados Unidos.
Graham fez história no início da década de 1950 ao exigir que as cordas separando negros e brancos fossem derrubadas em uma de suas cruzadas no sul. Quando o empresário se recusou a fazê-lo, Graham tirou as cordas.
Durante pregação em Joanesburgo, África do Sul, em 1973, Graham disse: “Cristo pertence a todas as pessoas. Ele pertence ao mundo inteiro … Eu rejeito qualquer credo baseado no ódio … O cristianismo não é uma religião de homem branco e não deixe ninguém lhe dizer que você é branco ou preto”.
2 – Conheceu sua esposa, Ruth, no Wheaton College
Enquanto estava no Wheaton College, Illinois, Graham conheceu sua futura esposa, Ruth, filha de missionários na China. Eles casaram em 1943 e permaneceram juntos até a morte de Ruth em 2007, aos 87 anos.
“Espiritualmente falando, minha esposa foi uma grande influência em meu ministério”, afirmou no ano passado.
“Ruth era minha parceira da vida, e fomos chamados por Deus como uma equipe”, disse ele pouco depois da morte da esposa. “Ninguém mais poderia suportar a carga que ela carregava. Ela era uma parte vital e integral do nosso ministério, e meu trabalho ao longo dos anos teria sido impossível sem o seu encorajamento e apoio”.
“Estou tão agradecido ao Senhor que Ele tenha me dado Ruth, e especialmente durante estes últimos anos que passamos juntos, morando nas montanhas”, acrescentou. “Nós reavivamos o romance da nossa juventude, e meu amor por ela continuou a crescer a cada dia. Eu sentirei terrivelmente falta, mas estou ainda mais ansioso pelo dia em que eu possa se juntar a ela no céu”.
Quando perguntado sobre o segredo de ficar casado 54 anos com a mesma mulher, ele disse: “Ruth e eu somos felizmente incompatíveis”.
3 – Billy Graham foi eleito 61 vezes como uma das dez pessoas mais admiradas do mundo
Embora ele nunca tenha sido o Nº 1, Graham foi consistentemente listado na pesquisa Gallup entre os “10 homens mais admirados do mundo”, mais do que qualquer outra pessoa.
Graham apareceu pela primeira vez na lista em 1955, e tem estado nela todos os anos desde então, exceto em 1962.
O evangelista que já viajou pelo mundo pregando o evangelho, nunca obteve o primeiro lugar na lista de homens mais admirados. Geralmente, o lugar vai para os presidentes dos EUA. Mas ele chegou a ser vice-campeão de 1969 a 1974 e novamente em 1997 e 1999.
O filho mais velho de Graham, Franklin, disse em 2015 após a divulgação da pesquisa daquele ano, que seu pai diria que a escolha não é sobre ele, mas “sobre o Senhor Jesus Cristo”.
4 – Muitos dos descendentes de Billy Graham são evangelistas bem conhecidos
Billy Graham teve cinco filhos – e muitos deles seguiram os passos do pai. O filho de Graham, Franklin Graham (foto ao lado), lidera a organização humanitária Samaritan’s Purse e é chefe da Billy Graham Evangelistic Association.
Sua filha, Anne Graham Lotz, é a chefe dos Ministérios AnGel. O neto de Billy Graham, Will Graham, atua como vice-presidente da Billy Graham Evangelistic Association e como diretor executivo do Billy Graham Training Center em The Cove, em Asheville, Carolina do Norte.
5 – Billy Graham pastoreou 13 presidentes dos Estados Unidos
Graham é conhecido como o “pastor para os presidentes” por uma boa razão. De Harry Truman a Barack Obama, ele teve um relacionamento com mais de uma dúzia de presidentes, participando das posses de seis presidentes e entregando as invocações para George H.W. Bush e Bill Clinton.
Em seu livro “Momentos de Decisão” de 2010, George W. Bush disse que havia vários fatores que o persuadiram a parar de beber, incluindo uma reunião com Billy Graham.
Após a morte de Graham, o presidente Donald Trump tweetou: “O GRANDE Billy Graham está morto. Não havia ninguém como ele! Ele fará falta aos cristãos e a todas as religiões. Um homem muito especial”.
6 – Antes de se tornar um evangelista, Billy Graham queria ser um jogador de beisebol profissional
Crescendo em uma fazenda, em Charlotte, nos EUA, Graham preferia baseball a religião, e seu herói era Babe Ruth, jogador americano de beisebol. “Eu detestei ir à igreja”, disse ele ao recordar sua juventude.
Mas em 1934 isso mudou. Com um renascimento, Graham, aos 15 anos, entregou sua a vida para servir a Jesus Cristo e nunca mais olhou para trás.
“Eu me opus ao evangelismo”, disse ele. “Mas, finalmente, fui persuadido por um amigo [para ir a uma reunião] … e o espírito de Deus começou a falar comigo quando voltei noite após noite. Uma noite, quando o convite foi dado para aceitar Jesus, Eu simplesmente disse: “Senhor, eu vou”. Eu sabia que eu estava indo em uma nova direção “.
7 – Billy Graham teve uma premonição sobre o assassinato de John F. Kennedy
Em sua autobiografia, “Just as I Am”, Graham escreveu que, em meados de novembro, ele começou a sentir “um fardo” sobre a viagem do presidente John Kennedy a Dallas em 22 de novembro de 1963. Ele tentou avisar Kennedy para dizer “Não vá para o Texas!”
Graham disse que estava jogando golfe quando lhe disseram que Kennedy foi baleado.
8 – Ele foi o primeiro pastor a receber uma estrela na Calçada da Fama, em Hollywood
Em 1989, Graham foi o primeiro pastor a receber uma estrela por seu trabalho como ministro. Ele aceitou com humildade mas direcionou a honra para Jesus Cristo.
“Meu principal desejo hoje em ter meu nome inscrito na Calçada da Fama é que Deus receba a glória”, disse ele. “Espero que algum dia alguém venha e diga:” Quem é Billy Graham? O que ele representou?” Talvez uma criança pergunte a seus pais ou avós, e eles lhe dirão que ele não era uma celebridade, nem uma estrela, mas um simples pregador do Evangelho.”
Quando perguntado se ele se importaria de que seu nome fosse gravado permanentemente em uma avenida, o que para alguns é sinônimo de pecado, Graham disse: “Todos somos pecadores. Todo mundo que você conhece em todo o mundo é um pecador. A palavra pecado significa que você está quebrado com as leis de Deus. Todos nós fizemos isso. Então eu não poderia condenar Hollywood Boulevard mais do que qualquer outro lugar”.
9 – Billy Graham foi amigo e conselheiro espiritual da rainha Elizabeth II
Graham pregou tanto para a Rainha quanto para a família real em diversas ocasiões. Em seu livro, “Just As I Am”, Graham falou sobre “a fé de uma mãe”.
“[A] Rainha Mãe sempre me impressionou com sua fé tranquila mas firme”, escreveu ele. “A última vez que eu preguei em Windsor, enquanto entrava, a vi sentada à minha direita, com outros da família real. Ela me chamou e gesticulou um pouco para me dizer que estava me apoiando e orando por mim.”
10 – O “versículo da vida” de Billy Graham foi Gálatas 6:14
No ano passado, Franklin Graham revelou que seu pai tinha um versículo da Bíblia exibido em grandes letras ao redor de sua casa, e que ele chamou de seu “versículo da vida”.
Ele revelou que o versículo era Gálatas 6:14, que diz: “Mas Deus não permita que eu se glorie senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por quem o mundo foi crucificado para mim e eu para o mundo”.
“Ainda hoje, meu pai Billy Graham tem um versículo da Bíblia preso na parede em seu quarto, impresso em letras muito grandes. Na verdade, está na sala de jantar, no banheiro e em vários outros pontos da casa! Aos 95 anos de idade, ele estava trabalhando em um sermão baseado nesta escritura-chave. Era sua paixão para memorizá-la, para impregnar no seu coração e na sua mente. Ele tornou o versículo de sua vida”, disse Graham.
Fonte: The Christian Post

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...