domingo, 8 de outubro de 2017

Jovem que sobreviveu ao massacre de Las Vegas testemunha livramento: “Agradeço a Deus diariamente”



O massacre de Las Vegas ceifou a vida de 59 pessoas e deixou mais de 500 feridas, além de gerar consternação em todos os lugares do mundo. Uma sobrevivente do episódio, Lynette Martinez, escapou do maior ataque a tiros da história dos Estados Unidos sem sofrer ferimentos, e agora considera sua vida mudada para sempre.

A adolescente Lynette, 16 anos, estava no meio do espaço dedicado ao público, e quando o ataque começou, acreditou que tratava-se de uma queima de fogos, algo bastante comum. No entanto, quando notou que o cantor Jason Aldean – que se apresentava no momento, fugiu do palco, ela percebeu que estava acontecendo algo mais.



“Eram apenas tiros, tiros e mais tiros. Um cara caiu atrás de mim, coberto de sangue. Minhas botas estavam cobertas de sangue”, relembrou a jovem, em entrevista concedida à emissora Christian Broadcasting Network (CBN).

Lynette Martinez contou também que não é fácil esquecer as cenas trágicas vividas naquele dia, mas que é grata por estar viva: “Estou tão agradecida por que vivi para ver outro dia, pois há pessoas que não conseguiram. Sinto tanta dor no coração para todos. Estou apenas orando por cada sobrevivente, para que recebam cura e paz”.

O susto se transformou em desespero em poucos segundos, e Lynette contou que chegou à conclusão que seria baleada. A constatação, no entanto, não se concretizou, e agora ela quer se dedicar a viver o Evangelho: “Eu vou ler sua Palavra e vou adorar e vou orar porque são as únicas coisas que podem me ajudar a seguir em frente”, disse.



Na entrevista, a adolescente foi questionada sobre o que mudou desde o tiroteio, e a resposta não poderia ser diferente: “Estou tão diferente, tão diferente… Tenho tanta compaixão, e agradeço a Deus todos os dias, e eu só quero ser mais como Ele”, resumiu, dizendo que perdoava o atirador Stephen Paddock: “Eu não acho que é culpa dele. Algo não está certo. Não era ele. Era outra coisa, uma coisa má. Eu o perdoo”, acrescentou.

“Eu vou amar mais as pessoas, pensar nelas como se fossem minha melhor amiga ou como se fossem meu irmão e minha irmã, porque elas são. Estamos todos juntos por algum motivo”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...