quarta-feira, 19 de abril de 2017

"DEUS É AMOR" - O caminho da presidência está livre para o Pr. Lourival de Almeida



Pr. Lourival de Almeida - IPDA

IPDA - O caminho da presidência está livre para o Pr. Lourival de Almeida
Quando o Missionário David Miranda faleceu em Fevereiro de 2015, boa parte dos deusamorenses considerava que o filho primogênito do Missionário ficaria no lugar do pai com presidente da IPDA. Seria o mais provável, pois levando em consideração o que ocorreu em outras denominações evangélicas, os filhos, principalmente os mais velhos, geralmente sucedem os pais em ministérios cuja liderança é centralizadora, como é o caso da Igreja "Deus é Amor".
A revista "Veja" por exemplo, chegou a publicar na época do falecimento de Miranda, uma matéria afirmando que o Pastor David Filho seria o novo líder espiritual dos deusamorenses. Questionado sobre o assunto e confiante que ocuparia o cargo, David Filho afirmou à revista que o conselho de diretores da IPDA decidiria a parte administrativa em uma reunião após o enterro de seu pai.
Entretanto, contrariando todas expectativas, Ereni Miranda, a viúva do Missionário, foi anunciada a segunda presidente da história da Igreja Pentecostal Deus é Amor. Uma escolha bastante incomum, afinal Ereni Miranda foi a primeira mulher a assumir a liderança de uma igreja pentecostal brasileira, contrariando uma tradição centenária entre os pentecostais de elegerem apenas homens para liderar um ministério.
Embora essa eleição de Ereni, pareça até certo ponto um diferencial positivo para IPDA (que justificou que a escolha foi para manter a doutrina intacta), não passou de uma estratégia da família Miranda para driblar a incapacidade dos filhos "homem" do Missionário para sucedê-lo. Daniel o mais novo, já estava a anos fora do ministério e David Filho, embora atuante na igreja, sempre despertou desconfiança, com suas idas e vindas misteriosas dentro da "Deus é Amor".
Restou a Ereni ser a sucessora "decorativa", até que a família trabalhasse David Filho para ser um nome forte para que com o tempo os olhos se voltassem novamente para ele. A prioridade era trabalhar a imagem dele como o "grande sucessor" do pai. Bastava observar como a cada dia que se passava, David Filho fazia de tudo para parecer ao máximo com seu pai no jeito de pregar, se vestir e até mesmo de orar. Mas os planos da família começaram a ruir depois que o pastor foi envolvido em um escândalo em novembro do ano passado. Agora os planos foram sepultados de vez quando David Filho anunciou sua saída IPDA para fundar sua própria denominação, a Igreja Pentecostal Santificação no Senhor.
Com David Filho fora, tem crescido de forma espantosa, o apoio para que o pastor Lourival de Almeida, passe de fato a ser o presidente do conselho deliberativo da IPDA. Embora atualmente ele e sua mulher, a cantora Débora Miranda (vice-presidente da denominação), já estejam de fato liderando a "Deus é Amor", Lourival nunca exerceu uma liderança icônica, como quer os deusamorenses que sentem desde a morte do Missionário David Miranda a necessidade de ter um líder único que possam seguir e confiar de forma plena.
Agora o caminho está livre. Não há neste momento qualquer possibilidade dos herdeiros do Missionário, de continuar o trabalho do pai. Caberá ao genro do Missionário, conduzir a "Deus é Amor" pelo próximos anos.
Resta saber qual será a identidade que Lourival dará à IPDA. Seus apoiadores o vê como um líder exemplar. Diferente de David Filho, Lourival tem um casamento sólido, nunca se envolveu em qualquer escândalo, é inteligente e maneja de forma brilhante a Palavra de Deus nos cultos da Sede Mundial.
Por outro lado seus opositores temem que o liberalismo de Lourival mine a doutrina "rígida" imposta por David Miranda, um medo real, pois Lourival nunca foi de reforçar com "unhas e dentes", a doutrina do Missionário. Mas independente da opinião de seus opositores, Lourival é a única boa opção que a IPDA tem neste momento.
Fonte: Rede Pentecostal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...