segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Madonna diz que queria explodir a Casa Branca após posse de Trump; “Inescrupulosa”, reagiu Malafaia



A cantora Madonna fez campanha para Hillary Clinton nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. A ex primeira-dama perdeu a disputa para o republicano Donald Trump e a reação da artista foi uma demonstração de ódio e desrespeito, deixando claro que o conceito de democracia, para parte dos eleitores, é vago e relativo.

O pastor Silas Malafaia – um dos formadores de opinião brasileiros que mais denuncia a parcialidade da grande mídia nacional – publicou um vídeo em seu canal no YouTube (que tem mais de 250 mil inscritos) repercutindo a fala de Madonna.


“Eu estou de férias, mas minha língua não. Há dias atrás, eu falei na posse do novo presidente americano, que a mídia em sua maioria é ‘esquerdopata’. Agora eu vou provar, vamos aos fatos: a Madonna, naquela marcha das mulheres contra o novo presidente americano [falou] asneiras”, introduziu.

Malafaia se referia a um trecho do discurso de Madonna, em que ela admitiu o desejo de cometer um ato terrorista para remover Trump da presidência dos Estados Unidos. “Sim, estou com raiva, indignada. Eu pensei, e muito, em explodir a Casa Branca. Donald Trump, chupe um pau”, disse ela na ocasião.

“Essa mulher inescrupulosa não merece crédito. Isso que vocês acabaram de ouvir e de assistir, foi escondido pela mídia brasileira. Tudo desses esquerdopatas é ‘liberdade de expressão’, e toda essa baixaria e leviandade deles é protegida por grande parte da mídia brasileira, que tem torcida”, queixou-se o pastor, reclamando da evidente parcialidade da imprensa nacional.

Há tempos a mídia nacional relativiza ou omite os excessos cometidos por ícones do pensamento “progressista” na defesa de seus ideais, mas expõe de forma distorcida as falas de quem se posiciona de forma conservadora. Nesse contexto, Malafaia vem travando uma guerra de comunicação, demonstrando na prática a completa ausência de isenção.

“Quando alguém do outro lado, da direita, fala alguma coisinha, eles vêm e descem o pau. [A fala de ódio da Madonna] não saiu na primeira página de nenhum jornal ou revista essa baixaria. Lá na América o coro está comendo. Nego não tá dando mole pra ela não. Dá pra acreditar na mídia brasileira? […] Eles são sectaristas, e tudo que é lixo moral é defendido por eles. Quem defende aborto, gays, ideologia de gênero, liberação de drogas, é defendido pela grande parte da mídia brasileira. Quem é contra isso, eles achincalham, tentam denegrir. Vamos deixar de ser trouxas”, disparou Malafaia.
Fonte: noticias.gospelmais.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...