terça-feira, 9 de agosto de 2016

Por causa de “demônio”, mãe e pastora mantinham criança presa e em cativeiro no DF

Duas mulheres foram presas em flagrante nesta sexta-feira (6) em Ceilândia, no Distrito Federal, suspeitas de maltratar uma criança de 7 anos. De acordo com a Polícia Militar, a menina foi encontrada em um quarto escuro, trancada a cadeado, com ferimentos no rosto. Ela estava deitada no chão, sem colchão ou coberta, e sem forças para se levantar.
Uma das mulheres, de 45 anos, é mãe da criança. A outra tem 44 anos e, segundo a polícia, é uma pastora evangélica amiga da família. A criança recebeu atendimento do Samu e foi encaminhada ao Hospital Regional de Ceilândia, com quadro de desnutrição e desidratação. Segundo a ocorrência, ela também reclamava de dores pelo corpo.
A denúncia foi feita à PM por conselheiros tutelares da região. Segundo o órgão, a mãe trancava a própria filha por orientação da pastora, que dizia ver “indícios de possessão” na menina. A informação não consta na ocorrência divulgada pela Polícia Civil.
De acordo com um dos militares responsáveis pela ocorrência, a menina era mantida no cômodo há cerca de dois meses. Ela não frequenta a escola e, segundo o policial, sofria maus-tratos desde o início do ano.
As mulheres foram levadas à 23ª Delegacia de Polícia e, em seguida, transferidas para o Presídio Feminino do DF (Colmeia). Elas vão responder pelo crime de tortura, que é inafiançável e tem pena de 2 a 8 anos de prisão. A punição pode aumentada em um terço quando a vítima é uma criança, segundo a lei.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...