sexta-feira, 24 de junho de 2016

Conheça essa história: 68 anos de Assembleia de Deus em Grossos




Nesta quinta-feira (23) foi realizado as comemorações religiosas dos 68 anos da Assembleia de Deus em Grossos. O evento aconteceu no Novo Templo, por trás do posto LN na Rua Exp. José Rocha.

Toda a história da Igreja foi contada em detalhes por Marta Pereira e Paulo Reginaldo, irmãos em Cristo e membros da Igreja. O evento ainda contou com as presenças de várias autoridades políticas, entre elas, o prefeito José Maurício e a 1º Dama Luzia Ghiorgia, o ex-prefeito Veronilde Caetano, o empresário Enilson Fernando, o Delegado Johnson Kriecer e sua esposa Clorisa, o professor Valdecí Caetano, além dos vereadores Erasmo Carlos, Charlinhos, Antônio Gustavo, Afrânio Pereira, Fábio Júnior e o ex-vereador Carlos Lacerda e sua esposa Irací.

Os trabalhos foram dirigidos pelo Pastor Josias.

Conheça a história da Assembleia de Deus e veja a programação logo abaixo:

A Assembleia de Deus em Grossos, assim como também em todo o Estado do Rio Grande do Norte é resultado de um extraordinário movimento pentecostal que teve início no Brasil em 1910. Mais precisamente, em 19 de novembro de 1910, quando os suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg desembarcaram em Belém no Pará, vindo dos Estados Unidos e cheios do Espirito Santo proclamando a Palavra de Deus. Seu trabalho incansável, acenderam as chamas do Pentecostalismo, irradiando com poder e graça por todo o território brasileiro. Semeando a Verdade, nasceu a Assembleia de Deus do Brasil, que recebeu inicialmente o nome de “Missão de Fé Apostólica” em 1911.

Para o Nordeste, mais precisamente no Ceará e depois Rio Grande do Norte e Paraiba, tiveram no lavrador paraense Joaquim Batista de Macedo, um dos primeiros evangelizadores.

Nesse contexto, a boa semente é plantada por todo o estado, chegando a Areia Branca e finalmente em Grossos.

Já se passaram 68 anos, desde que o primeiro missionário pisou essas terras em 1948. Grossos ainda era uma vila, poucas casas, população reduzida e comunidades bastante isoladas, quando a Palavra de Deus rompeu as dificuldades impostas pela natureza e pelo homem, para semear nos corações de homens e mulheres sedentos de Deus.

Por isso, a Assembleia de Deus em Grossos, comemora nesse dia 23 de junho, esse grandioso dia, trazendo a memória de todos, a importância do trabalho missionário e pioneiro nessa cidade, ganhando almas para Cristo e influenciando na tradição cristã, que ora, é perceptível nas gerações atuais. Mostrando aos mais jovens que: “Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos”. Salmos 126:6

Em meados de 1948, o Pr. Antônio Saraiva de Moura (pioneiro na evangelização e ministério pastoral em Areia Branca), enviou para Grossos o Pr. Manuel Matias Silvestre (chamado de Bezinho). Este quando aqui chegou anunciava com intrepidez e determinação a salvação somente em Jesus Cristo. Foi através do mesmo que se alugou um local para realização dos primeiros cultos.

Com a saída do Pr. Matias, veio em seu lugar o Pr. José Barreto de Oliveira. Natural do Estado da Paraíba, o Pr. José Barreto, sua esposa irmã Ramira e seus nove filhos, deram continuidade a obra em Grossos. A palavra de Deus era confirmada sendo pregada e continuamente iam sendo acrescentados aqueles que haviam de serem salvos. Logo percebeu-se que era necessário um espaço próprio para acomodar todos os irmãos. Assim o Pr. José Juvêncio (Zezé), veio residir em Grossos ampliando o movimento evangelístico da Assembleia de Deus.

De 24 de janeiro de 1961 à 03 de março de 1969 pastoreou esta Igreja o Pr. Antônio Adelino. Juntamente com sua esposa a irmã Anita Santos e seus cinco filhos, realizaram um importante trabalho nessa cidade. Na sua gestão, o Templo Central foi concluído, a casa pastoral e a primeira congregação na comunidade de Pernambuquinho.

Após a saída do Pr. Adelino, que foi assumir a igreja da cidade de Alexandria\RN, retorna a Grossos o Pr. José Juvêncio. Com mais experiência, este pastor apesar de não ter realizado construções ou abertura de trabalhos, intensificou o ensino da Palavra de Deus, colaborando para o amadurecimento espiritual de seus membros.

Em 1971 Areia Branca recebe um novo pastor vindo da cidade de Patú/RN, o Pr. João Gomes. Juntamente com sua esposa Angelita Gomes e seus sete filhos, esse homem de Deus, pastoreava Areia Branca e Grossos, pois nesse período a igreja ainda era uma congregação. Mesmo assim, não impediu de realizar um excelente trabalho à frente desta igreja. Como dizem os mais velhos, “foram anos áureos da evangelização nesta cidade”. Pr. João Gomes era conhecido por sua simplicidade e humildade ao mesmo tempo que era zeloso e conservador com a sã doutrina. Esteve a frente dessas congregações até 1980.

Com a saída do Pr. João Gomes, retornou para pastorear Areia Branca e suas congregações o Pr. Antônio Adelino. Nessa época tanto a igreja do Senhor em Areia Branca quanto em Grossos, haviam crescido na Graça e em número, impossível de ser pastoreada por um único obreiro. Assim, para auxiliar no trabalho, Pr. Adelino indicou dentre os irmãos de Grossos, um para dirigir a congregação nesta cidade. Orientado pelo Espirito Santo, o escolhido foi o irmão Antônio Lopes.

Irmão Antônio Lopes, foi um homem dedicado a obra de Deus. Sua Fé, Graça e testemunho conseguiu expandir ainda mais a obra do senhor por esta cidade.

Após alguns anos chegou a esta igreja, o Pr. Severino Alexandre. Esse nobre pastor, cooperou com a expansão do reino de Deus nesta cidade e com o crescimento espiritual dos irmãos.

Com a saída do Pr. Severino Alexandre, outro pastor assumiu em seu lugar, o Pr. Valdemar Felix. Corajoso e destemido na proclamação do Reino de Deus, seu legado maior encontra-se no ensino da palavra e do fortalecimento espiritual da igreja.

Logo na sequência a saída do Pr. Valdemar, foi enviado por Deus, o “Amigo de Grossos”, Pr. Antônio Marrocos. Esse pastor ficou conhecido pelo perfil incansável no trabalho evangelístico.

Pr. Marrocos deixou saudades com sua partida, mas logo iniciou a gestão do Pr. Francisco Manuel de Meirelles. Meireles como era conhecido, deu início a construção do novo Templo na Rua Expedicionário José Rocha.

Em meados de 1996 a Igreja de Grossos recebeu o Pr. Francisco Cirilo. Na sua gestão a construção do atual Templo foi concluída. Em 2000, foi convidado para assumir outra igreja, atendendo de imediato a ordem de seu pastor.

No dia 02 de março de 2000 a Igreja Assembleia de Deus em Grossos recebe um dos mais jovens de seus líderes, o Pr. Isaac Dias de Souza. Jovem, corajoso, sonhador. Realizou Cruzadas, encontros, seminários, congressos, Impactos para Cristo, batismos nas águas e centenas de pessoas que se converteram são provas de que Deus conduzia seu ministério.

Na época inaugurou-se a Casa Pastoral e os templos de Córrego, Pernambuquinho e Barra. Outro grande feito na gestão do nobre Pastor foi a formação da Banda Filhos de Davi. Em 2004 havia terminado o seu tempo em Grossos, deixando saudades de toda a igreja.

No ano de 2005 chega a Grossos o Pr. Francisco Coriolano. Homem de oração, zeloso pela obra apascentou este rebanho até o ano de 2007, quando foi designado a cumprir a sua trajetória em outra cidade. Antes, porém, ampliou as congregações: Boa Esperança, Areias alvas II e Valença.

No ano de 2005, chega a Grossos o Pr. Antônio Eugênio. Pastoreou a Igreja por um período de 5 anos, mas precisamente até o dia 06 de novembro de 2012. Ampliou o templo Central, reconstruiu Areias Alvas I e abriu a congregação de Costa Branca.

No dia 07 de novembro do ano de 2012 chega a Igreja de Grossos o pr. Josias e sua esposa irmã Eliana onde continua pastoreando esta igreja até os dias atuais. Homem temente a Deus, corajoso e batalhador. Ampliou a obra do Senhor nesta cidade com bravura e intrepidez. Congregações, batismos nas águas, salvação de almas, consagração de obreiros e a construção do grande Templo, são destaques na trajetória deste homem de Deus.

A Igreja Assembleia de Deus em Grossos, também homenageia os irmãos Severo, Sebastião Campos (In Memoria), o irmão Ambrósio e demais obreiros e irmãs que com amor fizeram a obra de Deus nesta cidade, colaborando para a construção de uma sociedade mais equilibrada, sadia e temente a Deus, baseada nos valores e ética cristã.

Programação dos 68 anos da AD em Grossos.

Sexta-feira -24/06 * Organização - dep Senhoras * 19:00hs - Culto Festivo * Pregador: Pr Josias

Sábado - 25/06 * 08:00hs - Batismo (local: Espaço Verde) Organização - dep Infantil * 19:00hs - Culto Festivo * Pregador: Pr Bruno

Domingo - 26/06 * Organização - dep Mocidade * 19:00hs - Culto Festivo * Pregador: Pr Miranda

Observação: toda a programação acontecerá no TEMPLO NOVO.
Fonte: http://www.diariodegrossos.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...